Senadores manifestam apoio a protestos em defesa da Receita Federal

Senadores registraram em Plenário, nesta quarta-feira (21), apoio à manifestação organizada na Praça dos Três Poderes em defesa da Receita Federal. A Diretoria Executiva Nacional do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco) promoveu um abraço simbólico no Congresso e entregou aos senadores uma carta com pedido de apoio do Senado aos servidores da Receita.

O senador Alvaro Dias (Podemos-PR) leu o documento em Plenário. Nele, os auditores afirmam que a instituição começou a sofrer interferência em suas atividades — com o afastamento de auditores e suspensão de investigações — a partir de decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal de Contas da União. Para o senador, as interferências refletem um retrocesso imperdoável.

— Estamos verificando uma estratégia, uma tentativa de fragilização dos mecanismos institucionais de fiscalização, que contribuem de forma excepcional com as autoridades judiciárias no combate à corrupção no país. Avançar sobre o Coaf [Controle de Atividades Financeiras], dilapidando-o, desmontando-o, avançar sobre os auditores da Receita Federal, impedindo que realizem livremente o seu trabalho é se colocar em enfrentamento com aqueles que querem combater a corrupção no país — criticou Alvaro.

Mesma defesa fez o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). Segundo ele, é possível se perceber com clareza o ataque às instituições que fazem o combate à corrupção.

— Eu reforço a necessidade de que o Senado da República cumpra seu papel constitucional, dê andamento às diversas demandas de investigação que existem com relação a abusos e equívocos perpetrados por ministros do Supremo Tribunal Federal e faça valer a vontade das urnas — cobrou o senador, autor de pedidos de CPI, arquivados, para que se investigue condutas de ministros dos tribunais superiores.

Também em apoio aos auditores, o senador Reguffe (sem partido-DF) afirmou que a Receita Federal vem sendo “atacada” e que os senadores não podem admitir o enfraquecimento da instituição.

— Colocar cabresto na Receita Federal é ir contra o interesse dos cidadãos de bem deste país, daqueles cidadãos que querem ver as coisas sendo feitas de uma forma direita. São instituições importantes para aquelas pessoas que pagam seus impostos, às vezes com muito suor, e que precisam ver responsabilidade no trato da coisa pública — argumentou.

Justificando as ausências na mobilização, os senadores Lasier Martins (Podemos-RS) e Jorge Kajuru (Patriota-GO) também registraram solidariedade à categoria.

Domingo

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) destacou a importância de o povo se aproximar do Congresso e convidou a população a participar da manifestação marcada para o próximo domingo (25) em defesa da Operação Lava Jato.

— Não é uma manifestação a favor do governo, não! Ela transcende isso! É de quem quer a verdade, de quem quer a correção, de quem quer a ética, de quem não quer retrocesso no combate à corrupção — defendeu.

Disponivel em: https://www12.senado.leg.br

Atualizado na data: 22/08/2019