Receita Federal faz balanço do IRPF 2019 em entrevista coletiva

Em entrevista coletiva concedida na tarde desta terça-feira (30), a Receita Federal fez um balanço da entrega das declarações do IRPF 2019, cujo prazo termina às 23h59m59s de hoje, horário de Brasília.

À imprensa, o auditor-fiscal Frederico Faber, subsecretário de Arrecadação, Cadastros e Atendimento da Receita Federal, afirmou que a entrega das declarações do IRPF 2019 transcorreu dentro da normalidade e sem intercorrências.

De acordo com o supervisor nacional do IR, auditor-fiscal Joaquim Adir, até às 18h30 o órgão havia recebido mais de 29,6 milhões de declarações. Ele destacou também o papel da imprensa, a quem agradeceu pelo trabalho muito importante de divulgação e alerta ao contribuinte para o cumprimento de suas obrigações. A expectativa é de que quase 30,5 milhões sejam entregues até o fim do prazo.

Segundo o auditor-fiscal Juliano Neves, subsecretário de Gestão Corporativa substituto, houve um crescimento do uso do aplicativo para smatrphones e tablets para envio da declaração. Foram entregues mais de 600 mil  declarações por aplicativos móveis até às 18h, mais que o dobro do ano passado.

Entrega em atraso

A Receita alerta que os contribuintes que perderem o prazo estão sujeitos ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido. O serviço de recepção das declarações será interrompido hoje às 23h59min59s (vinte e três horas, cinquenta e nove minutos e cinquenta e nove segundos), horário de Brasília. Quem não entregou a declaração do IRPF dentro do prazo, poderá fazê-lo a partir de quinta-feira, 2 de maio às 8h.